Resenha: Sete Dias Pro Fim Do Mundo - Daniel Bovolento

Marcos e Julia precisam lidar com tudo o que passa em suas mentes antes que seja o fim.

junho 30, 2020 - Postado Por: Everton Assis
Compartilhe:

Marcos e Julia precisam lidar com tudo o que passa em suas mentes antes que seja o fim.



Ao longo da história a humanidade passou por diversas tensões e medo que o fatídico “fim do mundo” acontecesse, seja com as ameaças de corpos celestes, da própria natureza e da própria humanidade com suas inúmeras guerras.

Por muito tempo se acreditou que o povo Maia tinha previsto o fim iminente do mundo que conhecemos, mas na verdade era só o fim do "grande calendário de parede" desse povo. Daniel pode ter se inspirado nisso para criar este conto, que sem dúvidas é o meu favorito dentro do projeto.

Após a ameaça invisível, nome dado ao Covid-19 na história, o governo decreta que tudo foi perdido e o mundo padecera dentro de 7 dias. Durante esses dias finais vamos acompanhar, intercalando as visão de Marcos e Julia, as suas rotinas, pensamentos, lembranças e ainda assim aprendizados.

“Esperava que os dinossauros retornassem para tomar o que era deles de direito” - Daniel Bovolento

Marcos e Julia são personagens opostos em suas personalidades, Julia é mais reservada enquanto Marcos é mais despojado. O que leva a pensar que não funcionam juntos, mas ao contrário, eles se complementam durante o enredo e talvez isso tenha feito eu me sentir feliz, triste e preocupado com eles.

O conto é recheado de incertezas e arrependimentos dos protagonistas, muito disso por parte da Julia, mas se tratando de um fim próximo é fácil se relacionar com o que ela pensa. Há também bastantes alegrias e momentos marcantes que eles dividem nas horas de conversas.

“Um dos muitos arrependimentos que eu levaria comigo era a mania de afastar os outros. O medo de deixar que me conhecessem. Fui bem- sucedida na maior parte da vida em fazer isso pra que ninguém descobrisse o meu maior pavor: ficar sozinha” - Daniel Bovolento

Terminei a leitura com meu coração acalentado e envolvido com a trama mesmo que ele tenha um plano de fundo triste. E assim como os demais contos do projetos, os autores nos convidam para que possamos utilizar este tempo a fim de refletir e tentar mudar em alguns aspectos e lembrar que ninguém está sozinho.

Por último quero levantar o único ponto ruim do conto, que é que ele acaba. Claro que a proposta de um conto é permitir que o leitor possa dar continuidade na história em sua cabeça, mas ainda assim gostaria de um romance completo de Daniel (inclusive, Daniel sou eu de novo...).

“Sete Dias Pro Fim Do Mundo” compõem o projeto “Pela Janela de Casa” da editora Planeta De Livros Brasil que traz grandes autores da casa, para criarem histórias tendo como tema central o momento difícil que estamos vivendo, vale a pena conferir os demais contos.
Sete Dias Pro Fim Do Mundo
Autor: Daniel Bovolento
Editora: Planeta De Livros Brasil (Selo Outro Planeta)
Ano: 2020
Skoob: 4.4 estrelas / Goodreads: 4.3 estrelas
Comprar: Amazon
05 Estrelas
Em suas janelas, Bruno e Júlia iniciam uma relação pautada pela nostalgia e pela conformação com o fim iminente. Numa contagem regressiva dos dias que faltam, os dois se veem vulneráveis e partilham suas ideias sobre amores, família, traumas, observações cotidianas e experiências que os levam a revisitar períodos da vida em que o futuro ainda era incerto. Até que o mundo acabe.
Autor: Daniel Bovolento é publicitário, formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e criador do blog Entre Todas as Coisas e escritor. Também atua como colunista do Casal Sem Vergonha, Área H e outros grandes portais de comportamento.

Outros Volumes

Comente com o Facebook