Resenha: Pela janela - Raquel Segal

Através das janelas, podemos ver o que pode estar oculto.

junho 25, 2020 - Postado Por: Everton Assis
Compartilhe:

Através das janelas, podemos ver o que pode estar oculto.



Do dia para a noite as nossas rotinas e as nossas vida foram mudadas por um vírus. Governos e órgãos de saúde impõem quarentenas e distanciamento social a fim de tentar proteger mais vidas.

Muitas pessoas que tinham pouco tempo para si mesmas se vêem agora dentro de casa e tendo a oportunidade de refletir e arrumar o seu lado interior. Diante disso, Raquel Segal nos entrega um excelente conto que vai esquentar seu coração em um momento mas também vai chamar sua atenção para o que acontece ao seu redor.

Através de 62 páginas, “Pela Janela” nos apresenta Rebeca e Marcos, duas pessoas que tiveram o privilégio de poder continuar trabalhando por home office e tendo a oportunidade de poder desacelerar e acompanhar o que acontecia ao seu redor. Assim como nós, eles já deixaram de contar os dias que passam, Rebeca de sua janela começou a prestar mais atenção no que as janelas vizinhas mostram e entre uma delas estava Marcos. De maneira inusitada, esses dois vizinhos acabam se conhecendo e servindo de distração para cada um.

Fonte: tripadvisor.com.br

Conforme a narrativa se desenvolve vamos descobrindo mais sobre nossos protagonistas que conversam apenas mostrando um cartaz ao outro em suas varandas. Isso me lembrou muito de um vídeo que assisti entre uma deslizada do feed do twitter, o que faz ser muito romântico esse gesto deles. Um jeito engraçado visto que vivemos mais dependentes da tecnologia e uma simples troca de números já deixariam eles conectados.

Mas não é só Marcos que chama a atenção de Rebeca, mas o casal vizinho de Marcos também. Ela relata o casal como verdadeiros dois apaixonados e modelo ideal de um romance (ai, ai esses modelos impostos pela sociedade). Essa obsessão por acompanhar o casal faz com que Rebeca consiga enxergar muito mais do que aquele casal aparenta ser mas não mostra porta a fora do seu íntimo.

É aqui que Raquel nos chama a atenção: as pessoas não estão acostumadas a ficarem por tempo demais em suas casas e ainda sem ter uma perspectiva de quando tudo vai melhorar, quando tudo vai ‘voltar ao normal’. Esse estresse somado a um lar que carrega o machismo e a opressão se tornam verdadeiras prisões e Raquel usa do seu dom para alertar e também oferecer ajuda.

Terminei este conto com um gosto agridoce na boca, um conto encantador e necessário para que nós possamos olhar além de nossas janelas e ter empatia e oferecer a mão (de forma figurativa) as pessoas ao nosso redor.

“Pela Janela” compõem o projeto “Pela Janela de Casa” da editora Planeta De Livros Brasil que traz grandes autores da casa, para criarem histórias tendo como tema central o momento difícil que estamos vivendo, vale a pena conferir os demais contos.


Pela janela
Autora: Raquel Segal
Editora: Planeta de Livros (Selo Outro Mundos)
Ano: 2020
Skoob: 4.2 estrelas / Goodreads: 4.5 estrelas
Comprar: Amazon
5 Estrelas
Depois que uma pandemia se instala em todo o planeta, as janelas e varandas se tornam o palco do mundo. Pessoas vão para fora para respirar um pouco de vida, já que as notícias que chegam aos telejornais são cada vez mais sufocantes. Mas as janelas de todos estão abertas e muitos segredos poderão ser revelados. Em uma realidade triste e desesperadora, Rebeca não esperava conhecer alguém tão intrigante em plena quarentena, mas quando Marcos escreve um cartaz para ela, Rebeca percebe que o isolamento não será tão solitário quanto previa. Sua vida passa de um tédio absurdo para algo muito mais interessante. Talvez até demais. Intenso, emocionante, você não vai conseguir parar de ler! De Raquel Segal, autora do best-seller Sempre faço tudo errado quando estou feliz, criadora do Aquele eita
Autora: Raquel Segal é carioca, publicitária e criadora do Aquele Eita, página no Facebook com mais de 980 mil seguidores. Apaixonada por comunicação e internet, já teve canal de jogos no Youtube, Twitter de gifs, página de desenhos, Instagram com mais desenhos, blogs geeks, mas foi com suas tirinhas sobre as relações humanas que viu seu trabalho ganhar visibilidade.

Comente com o Facebook