Resenha: Canção de Ninar - Leila Slimani

outubro 23, 2018 - Postado Por: Rafael Lutty
Compartilhe:

Um Thriller para ler ainda esse ano !!!




E se a babá perfeita batesse à sua porta? É exatamente isso que acontece com o casal Paul e Myriam, pais de Adam e Mila. O que eles não poderiam imaginar era a tragédia que viria com a nova babá: o assassinato de seus filhos. Calma! Eu prometo que não se trata de spoiler, mas vamos seguir com a resenha de um dos melhores livros de suspense psicológico que eu li recentemente.

“O bebê está morto”. É com esta frase que a autora abre o livro, que se passa em um bairro de Paris, de classe média, cercado por uma periferia muito populosa, que concentra vários imigrantes. É neste cenário que a autora nos apresenta o músico Paul e a advogada Myriam, casal jovem e cheio de planos para o futuro. Pais de Adam e Mila. Para cuidar dos filhos pequenos, Myriam precisou abdicar por um tempo, de uma promissora carreira como advogada. E é quando ela decide retornar ao trabalho, em um escritório de advocacia, apesar da resistência de Paul à ideia, que eles precisam encarar uma das maiores e principais preocupações: quem ficará com as crianças enquanto eles trabalham.

É neste momento, que o casal decide que chegou a hora de contratar uma babá. Resistentes à ideia de ter outra pessoa cuidando de seus filhos, Paul e Myriam estabelecem critérios para fazerem a escolha. Não se sentem confortáveis em contratar alguém muito idosa, não querem uma mulher devotada aos seus próprios filhos, não possuem preferência por imigrantes, embora seja de onde vem a maior parte da mão de obra que necessitam. É quando, no que parece ser um sorriso do destino para o casal, aparece Louise.

Louise é francesa, com um histórico impecável como babá, uma mulher de traços finos e delicados, que a tornam muito mais jovem, embora não esteja tão longe dos 50. Conquista a simpatia do casal e das crianças de imediato, e não deixa dúvidas para Paul e Myriam que ela é a pessoa ideal para cuidar de seus filhos. Em pouquíssimo tempo, Louise se mostra a versão francesa de Mary Poppins e conquista todos à sua volta.

“- Minha babá é uma fada. É o que diz Myriam quando fala da aparição de Louise no cotidiano deles. Ela deve ter poderes mágicos, só assim para ter transformado esse apartamento abafado, exíguo, em um lugar calmo e claro. Louise empurrou as paredes. Deixou os armários mais profundos, as gavetas mais largas. Ela fez a luz entrar.” (pág. 28)

É um destes livro que quebra a fórmula do clímax. Você sabe desde a primeira linha do livro, que as crianças serão assassinadas e que a autora do crime foi a babá, mas você não sabe como isso acontece, não sabe como Louise, a babá perfeita que além de cuidar das crianças, cuida da casa, cozinha divinamente e parece um ser fantástico, vai chegar ao ponto de cometer uma tragédia. É, particularmente, uma das fórmulas utilizadas para construir a narrativa, que mais me atraem. Você entra na história sabendo o final, mas não sabe o caminho percorrido até ali.

A escrita de Slimani é fluida e edição traz uma diagramação muito confortável para a leitura. É um livro que pode ser lido em apenas um dia, sem muita dificuldade. O leitor se sente preso a cada linha e segue o avanço do relacionamento de Louise com a família que a escolheu. Ou teria sido Louise a escolher a família?

Leïla Slimani, é uma escritora e jornalista franco-marroquina, que vive em Paris desde os 17 anos. Seu romance Canção de Ninar, recebeu o Prêmio Goncourt, um dos mais importantes prêmios literários da França. A autora foi um dos destaques da Festa Literária de Paraty (Flip) em 2018. Eu realmente estava muito ansioso para ler este livro, e não me arrependo em nada desta leitura. O livro é um suspense psicológico, e excedeu minhas – já altas – expectativas por essa leitura. É um livro mais do que indicado por este que vos escreve.


Gostaram? que tal aproveitar pra conseguir uma edição com um preço especial? É só clicar na imagem acima e adquirir o seu exemplar!!!
Canção de Ninar (The Perfect Nanny)
Autora: Leila Slimani
Editora: Planeta de Livros (Selo Tusquets)
Ano: 2018
Skoob: 3.7 Estrelas / Goodreads: 3.4 Estrelas
Compre Aqui: Amazon, Saraiva
05 Estrelas
Quem cuida dos seus filhos quando você não está olhando? Apesar da relutância do marido, Myriam, mãe de duas crianças pequenas, decide voltar a trabalhar em um escritório de advocacia. O casal inicia uma seleção rigorosa em busca da babá perfeita e fica encantado ao encontrar Louise: discreta, educada e dedicada, ela se dá bem com as crianças, mantém a casa sempre limpa e não reclama quando precisa ficar até tarde. Aos poucos, no entanto, a relação de dependência mútua entre a família e Louise dá origem a pequenas frustrações – até o dia em que ocorre uma tragédia. Com uma tensão crescente construída desde as primeiras linhas, Canção de Ninar trata de questões que revelam a essência de nossos tempos, abordando as relações de poder, os preconceitos entre classes e culturas, o papel da mulher na sociedade e as cobranças envolvendo a maternidade. Publicado em mais de 30 países e com mais de 600 mil exemplares vendidos na França, Canção de Ninar fez de Leïla Slimani a primeira autora de origem marroquina a vencer o Goncourt, o mais prestigioso prêmio literário francês.
Autora: Leïla Slimani é uma escritora e jornalista franco-marroquina. Em 2016, foi premiada com o Prêmio Goncourt por seu romance Chanson douce, publicado no Brasil como Canção de Ninar

Comente com o Facebook