Resenha: De Mal a Pior - Simon James Green

Uma obra LGBTQ+ que busca arrancar sorrisos e lágrimas a partir da vida de um jovem que está buscando se conhecer e que talvez, ser gay, seja o menor dos seus problemas

abril 18, 2018 - Postado Por: Redação SOODA
Compartilhe:

Uma obra LGBTQ+ que busca arrancar sorrisos e lágrimas a partir da vida de um jovem que está buscando se conhecer e que talvez, ser gay, seja o menor dos seus problemas




Azar e Sorte são termos que precisam de casualidades, imprevistos, ou coincidências da vida. Depende do Acaso. Mas será mesmo, que na vida a sorte e o azar são "casualidades"? Ou são resultados de escolhas que fazemos ou não, ao longo de nossas vivências? Ou seja, são resultados de nossas decisões. De Mal a Pior, coloca-nos essa questão à reflexão, e talvez a maior delas, nem seja sobre ser imprevisto, ou controlado. E sim como lidamos com essas intercorrências da vida. Estamos preparados para quando a nossa vida sair dos trilhos?

Noah tem uma vida difícil. Logo cedo, o seu pai sumiu no mundo e sua mãe teve que arranjar emprego como Cover da Beyoncé em uma boate em sua cidade. Porém, jovens não perdoam e logo ele é caçoado pelos do colégio. No mesmo dia em que ele teve uma ereção e precisava se esconder de todos. E a sequências de tragédias continuam a acontecer, momento após momentos. O jovem Noah estaria preparado para enfrentar a maré de azar que insistia em se manter em sua vida, deixando-o como um jovem nerd e deslocado?

O único amigo que ele contava era Harry. Mas em uma das festas que os dois foram juntos, beijos e sentimentos começavam a aflorar. Droga... E agora o que tiraria ele dessa situação? fingir que não aconteceu, tentando namorar a perfeita Sophie? ou se entregando de corpo e alma a esse sentimento? Noah, estava muito deslocado da vida real. Mas como coloca-lo nos trilhos? (se é que algum dia ele esteve). Talvez, fosse o momento de entender tudo o que estava acontecendo em seu âmago.



UM ENREDO HIPSTER

Durante a história, percebe-se um humor característico, semelhante a histórias hipters como "As Vantagens de Ser Invisível" ou "Please Like Me". Ao ler De Mal a Pior se eu colocasse Imagine Dragons, ou The Killers, com certeza estaria em um storytelling desses seriados. Alias, os direitos do livro já foram vendidos para TV britânica. Em breve, vocês terão ciência do que falo (hehehehe).

Noah, tem uma inocência característica de jovens que estão meio aéreos do mundo. Ele acredita demais nas pessoas, e com isso leva alguns tombos da vida, e provavelmente por isso a sua maré de azar parece que não vai passar. Talvez olhando em primeiro plano, algumas pessoas possam acreditar que não é possível que um jovem de 16 anos seja como ele. Mas gente, olhe ao redor de vocês. Pensem em um amigo que você tem vontade de "dar um sacode" para ver se a pessoa acorda para a vida. Então, Noah com certeza é parecido com esses seus amigos, que em muitos casos temos uma relação de amor X ódio, porque ao mesmo tempo que queremos ajudar, temos vontade de "dar dois tapões na cara" (Não faça isso!!! rs).

Quem acaba sofrendo com essa inocência desregulada de Noah é Harry, que provavelmente mantinha uma paixão secreta há muito tempo, até ter coragem de dar o primeiro passo. Fico imaginando o quanto isso deve ser difícil, visto que a pessoa dá todos os sinais, quase grita na cara de sua grande paixão, e o outro não se toca.

Enfim, as coisas começam a ficar estranhas entre os dois depois do beijo na festa, então somente Noah será capaz de acertar isso. A muita exigência para alguém como ele.



DESCOBERTA LGBTQ+

Desde os nove anos de idade, esse que vos fala já tinha desconfiança de que era diferente dos outros meninos. Porém, somente aos onze anos, depois da primeira paixão é que veio a certeza. Mas como revelar isso as pessoas. Ainda mais porque Bullying é forte nesse período da vida. Então foi todo um processo de descobertas que foram feitas passo-a-passo. Na verdade, hoje, aos 28 anos ainda venho descobrindo o que é ser gay. Noah, tem uma história um pouco diferente, mas que muitos podem se identificar. O problema maior não era nele ser gay, mas como as outras pessoas lidariam com isso, visto que ele já era deslocado. Não queria mais um motivo para não fazer parte de um grupo, visto que na adolescência, comumente, fazer parte de um grupo é importante.

Durante a história ele vai vivenciando experiências que o faz querer reprimir seus sentimentos, porém nesse aspecto, os amigos e família são essenciais para a descoberta dele, como um jovem gay. Uma mensagem muito importante. É uma forma de mostrar as outras pessoas que gays não estão estão sós, sempre existirão pessoas ao seu lado. E talvez não demonstrem como gostariam, mas estarão lá.

De Mal a Pior tem um enredo alegre e divertido, apesar de às vezes ser melancólico. Mostra aos jovens leitores que não se deixem levar pela maré, construam suas próprias ondas, para chegar cada vez mais longe e conseguir assim ser feliz.


Ficaram interessados? Adquira o livro clicando na capa acima, e ajude esse lindo blog a crescer!
De Mal a Pior (Noah Can't Even)
Noah Can't Even #01
Autor: Simon James Green
Editora: Hoo Editora - Universo dos Livros
Ano: 2017
Skoob: 3,8 Estrelas / Goodreads: Amazon, Saraiva, Submarino
05 Estrelas
Pobre Noah Grimes! Seu pai desapareceu há anos, o tributo de homenagem à Beyoncé de sua mãe é um embaraço inaceitável e sua amada avó já não é ela mesma. Ele só tem um amigo, o Harry, e a escola é... bem, é um Inferno. Por que Noah não pode ser normal, como todos os outros na escola? Talvez, se ele conseguisse namorar com alguém - a perfeita e encantadora Sophie -, ele seria um garoto mais "aceitável"? Mas os planos de Noah desmoronam quando Harry o beija em uma festa. É aí que as coisas vão de ruim a um absoluto caos. Se você acha que sua vida é difícil, definitivamente você deveria conhecer o dia a dia do Noah, mas não esqueça de cerca-se de amuletos para espantar a má sorte. "De mal a pior é maravilhosamente divertido, com um personagem brilhante e inesquecível." My book corner "Um maravilhoso livro para adolescentes. Cheio de esquisitices, diversão e romance. Este livro, com certeza, irá fazê-lo sorrir." – Waterstones "Definitivamente, este é um livro que eu recomendo, especialmente se você está procurando por um LGBT+." - Bookends And Endings
Autora: Simon James Green é formado em direito,entretanto tem uma vocação maior pela escrita e assim se tornou roteirista de obras como "Rocky Horror Show" e escritor. Seu primeiro livro é "De Mal a Pior.

Comente com o Facebook