Resenha: Originais - Jennifer L. Armentrout

Damon e Kat estão cada vez mais enrascados, traições e segredos envolvem eles em uma trama que pode acabar com o mundo.

março 12, 2018 - Postado Por: Redação SOODA
Compartilhe:

Damon e Kat estão cada vez mais enrascados, traições e segredos envolvem eles em uma trama que pode acabar com o mundo.




Opa... dá licença que hoje (Anne Magno) estou invadindo a sua praia para compartilhar a dor e angustia de uma pessoa que está viciada nesta série e devastada com todos os finais dos livros até agora. Mas sabe o que é ainda mais engraçado? Apesar da autora ser #QueenDrama não consigo abandonar a série. Será que tenho um lado masoquista literário? Talvez nesse caso.

Mas antes de entrarmos na resenha vale lembrar novamente que esta será a resenha do livro de número 4... então, se você ainda não leu nada da série: CUIDADO! Por que vai ser praticamente impossível você não levar spoiler. Quem avisa amigo é, não é mesmo?

Confira a resenha de Obsidiana, primeiro livro da Saga Lux

Recapitulando que no final de Opala (livro #3) em meio a uma missão kamikaze em que nossos Luxes favoritos se unirão para resgatar o Luxen “emparelhado” de um humano que em teoria deveria estar morto, e que não é nenhum pouco confiável, mas ainda assim eles invadem uma base inimiga para isso. Mas como já esperado, o humano trai o grupo e um membro do grupo se sacrifica para que os demais sejam libertados.

Confira a resenha de Opala, terceiro livro da Saga Lux



Logo no início do livro Originais já começamos a leitura em meio a muito suspense, pois a pessoa que ficou para trás é ninguém menos que Kat. Então neste livro vamos ter o compartilhamento da narrativa da história entre capítulos do Damon que está do lado de fora da base inimiga e tendo que lidar com uma certa traição dos irmãos, que logo após perderem Kat, levaram um Damon ensandecido para a colônia dos anciões Luxen, e lá ele ficou preso em uma cabana revestida com a pedra que os enfraquece, afim de não deixar que ele saia por aí revelando a existência dos Luxen e começando uma guerra.

Acontece que Damon não é um Luxen qualquer... ele pode ser considerado como talvez o mais poderoso de todos eles. E isso tira os anciões de suas zonas de conforto. E enquanto Damon tem que lidar com anciões e irmãos preocupados e traidores, ao mesmo tempo Kat se encontra sendo transportada para a base militar mais reforçada dos inimigos humanos dos Luxen.


Imagino que a proposta do livro Originais é mostrar para o leitor que depois de três livros que te fizeram ficar angustiada a procura de um final feliz, que nem tudo na história contada até agora é o que parece. Kat também começa a perceber isso. Depois que ela foi induzida a aceitar ouvir o outro lado, ela se vê em meio a um alojamento militar muito diferente do último em que ela esteve em cativeiro. Neste, a base é uma camuflagem para vários andares subterrâneos de laboratórios e pesquisa.

E o inimigo parece muito aflito em mostrar para Kat que eles não são os vilões da história, e sim que estes são os Luxen que querem fazer uma invasão em massa a terra e exterminar a raça humana. E para que os humanos possam pensar em se defender ou mesmo lutar de forma mais igualitária, é necessário que eles explorem na forma mais inumana possível os luxens e humanos emparelhados para construir armas e modificar soldados para a guerra.

Então afim de se manter viva e a Damon também, Kat passa a fazer parte do treinamento e pesquisa. Mas as pesquisas que eles realizam em Kat são muito brutais, e ela acaba meio que se transformando um pouco em alguém mais indelicada.

E enquanto Kat passa por isso Damon dá um jeito de escapar de todos e pedir ajuda a alguém pouco provável para descobrir onde eles levaram Kat. E claramente vai dar um jeito de chegar lá. Desta forma, a única forma que ele encontra de descobrir como está Kat é se entregando na base em que ela está. Então ambos acabam sendo imersos na ideologia por trás de todos os experimentos realizados até agora. E eles descobrem muito mais podridão no final das contas pois eles desvendam que os Luxens não são os únicos seres com poderes na terra, além dos humanos emparelhados.


Damon e Kat encontram um número considerável de crianças de olhos violetas... e elas são uma nova raça chamada Originais. E o que posso dizer sobre elas sem dar spoiler é que elas são assustadoramente poderosas além de lindas. E esse é justamente o problema, os Luxens não são páreos para elas.

Em determinada parte do livro eles conseguem fugir com a ajuda de uma pessoa que eu nunca imaginaria que ajudaria a eles, e conseguem se encontrar com os demais membros do grupo em Las Vegas... e a partir daí o livro toma outro tom. Admito que achei o romance meio forçado nesse livro... a trama toda é muito tensa e cheia de traições... aí do nada tem que romance e até mesmo casamento?

No quesito romance eu adorei o novo casal que está se formando e espero que tenho um spin off deles... nhowmmmm... mas esse é o meu lado romanceira que despertou, mas na real sabe que a autora dificilmente vai fazer isso, porque nesse livro ela já está mais voltada para a luta entre humanos e aliens, do que para dar atenção para os nossos ships.

Quando a autora adentra nos capítulos para já começar a construir a conclusão deste livro a história fica ainda mais insana. Sim... com direito a lutas f#don#s em meio a Las Vegas entre humanos e alienes...ai gente, pensei que essa série fosse bem louca... mas descobri que os livros anteriores são muito de boas. Esse livro não é para quem tem coração fraco porque a única palavra que consigo usar para descrever ele é: Insano.


E ainda assim... mesmo tendo passado por uma leitura bem densa. Ainda preciso que a Editora Valentina e a autora providenciem logo o próximo livro porque ainda fico angustiada em pensar no final desse livro e não consigo enxergar como as coisas podem melhorar.

Assim... desculpem por deixar vocês, talvez, na dúvida se ler ou não a série... meu conselho é... vá lendo desde agora... mas com calma... para você se acostumar com o ritmo de leitura, com os finais difíceis e assim você estará se preparado para o livro Originais, e quem sabe até lá o próximo livro já esteja lançado pela editora?

Espero que não tenha deixado ninguém com medo de ler o livro... e que se você leu, comenta aí para mim saber o que achou do livro para que eu possa ter com quem conversar. E se não leu... vá ler para que você possa vir aqui comigo e desabafar, comentar e me dizer o que achou.

Espero que tenham gostado da resenha... e que eu tenha conseguido passar a vocês todos os meus sentimentos pelo livro. Bye Bye... e até o próximo post pessoal!

Resenhado por: Anne Magno (Garota Pai D'égua)


Ficaram interessados? Adquira o livro clicando na capa acima, e ajude esse lindo blog a crescer!
Originais (Origin)
Volume #4, Saga Lux
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Ano: 2017
Skoob: 4.6 Estrelas / Goodreads: 4.4 Estrelas
Compre Aqui: Amazon, Saraiva, Submarino
04 Estrelas
Daemon fará o que for preciso para ter a Katy de volta. Após a bem-sucedida, porém desastrosa, incursão a Mount Weather, ele está tendo que encarar o impensável. Katy foi capturada. Sua única meta agora é encontrá-la. Destruir qualquer um que se ponha em seu caminho? Com todo prazer. Incendiar o planeta inteiro para salvá-la? Moleza. Expor sua própria raça ao mundo? Sem problema. Tudo o que a Katy pode fazer é sobreviver. Cercada por inimigos, a única maneira que ela tem de sair dessa é se adaptando. Afinal, nem todas as facetas do Daedalus são totalmente malucas, embora os objetivos do grupo sejam assustadores e as verdades propagadas ainda mais perturbadoras. Quem é de fato o inimigo? O Daedalus? A humanidade? Ou os Luxen? Juntos, eles podem encarar o que vem pela frente. No entanto, a pior de todas as ameaças esteve escondida o tempo inteiro. Quando as verdades vierem à tona e as mentiras forem enfim desmascaradas, de que lado o Daemon e a Katy decidirão ficar? E será que eles conseguirão, pelo menos, continuar juntos?
Autora: Jennifer L. Armentrout vive no oeste da Virginia. Quando não está escrevendo, ela passa seu tempo lendo, trabalhando, vendo filmes de zumbis, e fingindo escrever. Ela divide sua casa com o marido, um parceiro K-9 chamado Diesel, seu hiper Jack Russell Loki, e sua tartaruga de estimação chamado Michelangelo. Seu sonho de se tornar autora começou na aula de álgebra, onde ela passou o tempo escrevendo contos. Jennifer escreve livros Adultos e Jovens Adultos, fantasia e romance.

Comente com o Facebook