Resenha: Serafina e a Capa Preta (Livro 1) - Robert Beatty

O livro mostra uma pequena jovem morando em uma casa grande em meio a um enorme mistério do desaparecimento de crianças, que só Serafina será capaz de resolver

fevereiro 22, 2018 - Postado Por: Redação SOODA
Compartilhe:

O livro mostra uma pequena jovem morando em uma casa grande em meio a um enorme mistério do desaparecimento de crianças, que só Serafina será capaz de resolver




A Maior casa do mundo (34 quartos, 65 lareiras e 45 banheiros) localizada na Carolina do Norte...


Essa foto de Biltmore Estate é cortesia do TripAdvisor

Uma garotinha que com apenas 12 anos precisa morar escondida no porão...



Um misterioso homem que com uma capa preta absorve criancinhas ...



Isso é apenas o inicio da aventura de uma jovem garota disposta a mudar a sua história e salvar pessoas de um grande mal !!!!

Serafina é como muitos de vocês leitores, que já são crianças, ou já foram. Época de doçura e ingenuidade. Ela queria apenas brincar, ajudar o pai, conhecer as pessoas e o mundo. Mas infelizmente a jovem não podia fazer nada disso. Ela era obrigada a morar num porão de uma casa enorme, a qual ela queria explorar cada canto, mas não podia. Isso porque seu pai dissera pra ela que se tornar visível na imensa residência dos Vanderbilts, seria sinônimo de não ter onde morar. O que de fato poderia ser verdade. Afinal de contas, como explicar para os nobres que você está instalado na sua casa há 12 anos, comendo da sua comida, usando da sua água, mesmo que você seja trabalhador dessa residência.

Isso que podemos chamar de estar em uma sinuca de bico, que para complicar...

Serafina estava fazendo o que sabia de melhor, caçar ratos, até que ela viu a movimentação e foi saber o que era (Doce garota, porque fizestes isso?). Ao chegar até o lugar da onde ouvira o barulho, teve uma surpresa. Uma criança foi capturada por um Homem da Capa Preta, que simplesmente tragou a criança para dentro da capa (Pelas barbas de Neil Gaiman !!!). Agora a pequena terá um grande desafio pela frente. Se salvar, do maligno homem e ao mesmo tempo, tentar resolver essa situação.

Mas como fazer tudo isso e ainda passar desapercebida? Seu pai disse para ela se afastar, que esse não era um problema seu. Mas vocês em algum momento já ouviu crianças aventureiras escutarem os pais quando a aventura bate na porta? (RÁ, RÁ, RÁ...). Então Serafina se meteu no grande mistério e assim a história foi se desenrolando.



AMIZADES E AÇÃO

A história escrita por Robert Beatty tem uma narrativa simples e de fácil entendimento. Voltada para o público infanto - juvenil é fácil entender porque a história vendeu bastante nos Estados Unidos. Ao mesmo tempo que ficamos apaixonados pela personalidade forte de Serafina, somos pegos desprevenidos em reflexões sobre bullying, aceitação das pessoas e claro, a força de vontade para mudar. Além disso, Serafina ao sair do casulo que era o porão da residência dos Vanderbilts, logo arranja amizade com o jovem da casa, sobrinho dos donos da imensa mansão. Com isso, ela consegue realizar seu sonho de explorar novos lugares, não só a casa, como a floresta ao redor dela.

Porém, o perigo sempre ronda a vida de Serafina, e o misterioso Homem da Capa Preta persiste em aparecer. Afinal de contas, ele tem um objetivo traçado e não vai descansar enquanto não atingi-lo. Mas Serafina não vai deixar isso barato e vai se utilizar da sua amizade, inteligência e perspicácia de um animal para se defender do grande monstro que está por ali.



MISTÉRIO E FANTASIA SE UNEM

O mistério do Homem da Capa Preta já seria o suficiente para nos absorver para essa história. Mas Robert não estava contente e com isso acrescentou mais coisas em seu livro. E esses elementos fantásticos, com certeza fazem qualquer jovem ficar encantado com essa leitura e adultos também, pronto para voltar para a infância (eu voltei várias vezes).

Ao terminar esse primeiro livro, que por sinal é bem fechadinho, ficamos tristes de ter que nos despedir das aventuras de Serafina e a Capa Preta, mas pronto para a próxima que possivelmente virá e nos levará para muito longe. Até porque agora já sabemos sobre o passado da garotinha e o que ela é capaz de fazer. E sabemos também, que ainda não é hora de parar. Não é verdade Serafina?



Interessados nessa obra? Clique no link acima e adquira um exemplar, e ajude esse blog a crescer !!!
Serafina e a Capa Preta (Serafina and the Black Cloak)
Autor: Robert Beatty
Editora: Editora Valentina
Ano: 2018
Skoob: 4.4 Estrelas / Goodredas: 3,91 Estrelas
Compre Aqui: Amazon
04 Estrelas
"Serafina nunca teve motivos para desobedecer ao seu pai e se aventurar além da Mansão Biltmore. Há espaço de sobra para ser explorado naquela casa imensa, embora ela precise tomar cuidado para jamais ser vista. Nenhum dos ricaços lá de cima sabe da existência de Serafina; ela e o pai, o responsável pela manutenção das máquinas, moram secretamente no porão desde que a garota se entende por gente. Mas quando as crianças da propriedade começam a desaparecer, somente Serafina sabe quem é o culpado: um homem aterrorizante, vestido com uma capa preta, que espreita pelos corredores de Biltmore à noite. Após ela própria ter conseguido – depois de uma incrível disputa de habilidades – escapar do vilão, Serafina arriscará tudo ao unir forças com Braeden Vanderbilt, o jovem sobrinho dos donos de Biltmore. Braeden e Serafina deverão descobrir a verdadeira identidade do Homem da Capa Preta antes que todas as crianças... A busca de Serafina a levará ao interior da mesma floresta que tanto aprendeu a temer. Lá, descobrirá um esquecido legado de magia, que tem relação com a sua própria origem. Para salvar as crianças, Serafina deverá procurar as respostas que solucionarão o quebra-cabeça do seu passado."
Autor: Robert Beatty Foi um grande empreendedor de sucesso antes de se tornar autor em tempo integral. Serafina é a sua primeira série de livros. O primeiro livro ficou na lista dos mais vendidos por 59 semanas. Biltimore, casa que pano de fundo dessa história realmente existe e foi um lugar onde Robert adorava visitar na infância.

Comente com o Facebook