TAG: As Edições Mais bonitas da Minha Estante

O que é bonito, deve ser mostrado!

setembro 29, 2017 - Postado Por: Everton Assis
Compartilhe:

O que é bonito, deve ser mostrado!




Olá leitores! Mais um post respondendo tags literárias aqui no blog e a escolha dessa vez é separar CINCO EDIÇÕES (só isso?) mais lindas entre as milhares de livros presentes em nossa estante.

A tag é um pouco antiga e já teve diversas respostas pela internet. Mas é sempre bom visitar histórias que causaram diversos mix de sentimentos. UFA! Até bateu vontade de larga tudo e me aventurar na leitura novamente. Vamos manter o foco, Everton!

Borá lá começar essa tour de capas lindas?



Trilogia WondLA
Começo a lista com um dos livros favoritos da minha vida. “Em Busca de WondLa” chama a atenção de qualquer pessoa na livraria, com uma combinação de cores em tons frios que remetem à noite e dão um charme ao trio que compõe a história do primeiro volume. A lombada também recebeu um carinho e tem uma miniatura linda do mascote desse time. Tony, o autor do livro também é o responsável por todas as ilustrações que compõem a trilogia. Então é 100% relacionada com a trama. ♥ (suspiros)

“Em Busca de WondLa”, nossa sociedade evoluiu de tal maneira que a tecnologia se tornou indispensável para nossas vidas e diante disso vamos acompanhar as aventuras de Eva Nove. Ela nasceu em uma espécie de casulo super tecnológico chamado de santuário, sua única companhia e treinadora é Mater, um robô babá programado para educar e criar Eva para enfrentar o mundo lá fora. Um dia, o santuário é invadido por um enorme monstro, Eva consegue fugir com a ajuda de Mater e acaba livre na superfície, tudo o que ela aprendeu pode não ser valido. E agora, como viver em um lugar desconhecido e sozinha? (Leia nossa resenha clicando aqui)



A Noiva Fantasma
Considero “A Noiva Fantasma” uma das melhores edições entre as da coleção DarkLove da editora Darkside. Adoro o ar misterioso e sobrenatural que a capa possui, os tons em cores frias que combinam e deixa tudo harmonioso. Há quem não goste de pessoas nas capas de livro, mas nesta edição, boa parte da idealização que tinha da protagonista tem base no modelo da capa. (Se me deixarem, eu ficaria horas falando desse livro)

Aos dezoitos anos, Li Lan deveria estar pensando em casamentos como qualquer garota de sua idade, em 1893. Por conta da crise que seu pai está passando, ela acaba não criando perspectivas de arranjar um bom pretendente até seu pai receber a seguinte proposta: casar Li Lan com o filho de uma das familiais mais ricas da região, só há um pequeno problema, o futuro noivo está morto. O que irá sair dessa situação. ♥ (Leia nossa resenha clicando aqui)



Crônicas de Wildwood
Minha relação com “O Bosque Selvagem” foi de amor à primeira vista, ele estava bem escondidinho entre outros infanto-juvenis na livraria, quando assimilei tudo, já estava no caixa efetuando a compra hahah. Sua atenção é direcionada para o livro desde a sua lombada com ilustrações de galhos com folhinhas caprichadas e um corvinho, além do título do livro em um tom de vermelho com verniz localizado. Sua capa é um tiro no coração, a edição toda branca lembra a neve e aliada as ilustrações em tons claros fazem você ficar horas babando nela.

Um sinistro bosque chamado por todos de Wildwood guarda a vida de criaturas místicas, guerreiros e diversos segredos. O bosque é temido por todos incluído Prue McKeel, mas um dia seu irmão é sequestrado e levado para dentro do bosque. Cabe Prue enfrentar seus medos e criaturas magicas para salvar seu irmão do pior. (resenha em breve)



Edições Zahar
Tenho a certeza que as inúmeras edições da editora Zahar devem ter feito parte das respostas para esta tag. Não há como negar o capricho que a editora tem tratado os grandes clássicos. E o que aconteceu com “A Volta Ao Mundo Em 80 Dias”, que fica com o destaque em sua capa que traz elementos ligados direto a história, para dar um gostinho do que virá. Sem falar dessa brincadeira com nos tons vermelho que atraem a atenção na hora.

Cavalheiros ingleses nunca gostam de ser desafiados e Phileas Fogg comprova isso fazendo a aposta mais louca da vida, garantiu aos demais cavalheiros presentes que conseguiria não somente dar a volta ao mundo, como fazer está proeza em apenas 80 dias (APENAAAS!?!). Junto com o Sr. Passepartout encontraram muitas aventuras. (Confira o maravilhoso unboxing)



Trilogia Firebird
E para fechar esta lista, uma das recentes adições aos meus favoritos é a “Trilogia Firebird”. Mais uma capa branca para vocês. Essa Ficção científica que trabalhar o conceito de multiverso desde sua capa. A parte de cima nossa realidade e na parte inferior um dos mundos presentes na trama. A escolha das cores mesclado com as imagens das cidades foram algo muito próximo a uma aquarela. Divino!

Em “Mil Pedaços de Você” vamos acompanhar Marguerite correndo contra o tempo para encontrar o suspeito da morte de seu pai, o único empecilho e que esse suspeito roubou a invenção de seu pai, o Firebird, um dispositivo com poder de acessar outras versões do nosso universo. Junto com Theo, Marguerite terá uma longa caminhada até a sua vingança. (Leia nossa resenha clicando aqui)

Então é isso galera, essas foram as minhas escolhas entre várias edições da minha estante. Garanto que se não houvesse limite, este post ficaria muuuuuito longo. Agora convido você a responder esta tag aqui nos comentários. Vamos compartilhar nossos favoritos.

Comente com o Facebook