Resenha: Minha Vida Fora dos Trilhos - Clare Vanderpool

Embarque imediato para uma história com um clima totalmente nostálgico, cheio de aventuras e descobertas emocionantes.

setembro 27, 2017 - Postado Por: Rosane Santos
Compartilhe:

Embarque imediato para uma história com um clima totalmente nostálgico, cheio de aventuras e descobertas emocionantes.




O primeiro livro que li da autora Clare Vanderpool foi "Em Algum Lugar Nas Estrelas", lançado no ano passado também pela editora DarkSide Books e que já foi resenhado aqui no blog e esse foi um dos melhores livros que li em 2016. Clare tem uma narrativa que mistura elementos de fantasia e realidade, que envolve o leitor de forma que só conseguimos largar o livro quando chega a última página.

E "Minha Vida Fora dos Trilhos" não decepcionou, Clare conseguiu criar uma trama com um clima totalmente nostálgico e aventureiro, com um bom ar de mistério. A história se passa em 1936, época da Grande Depressão e vai intercalando com histórias que se passam em 1918, no cenário da Primeira Guerra Mundial.



A protagonista é Abilene, uma garota de apenas 12 que embarca em uma viagem de trem para a pequena cidade de Manifest, no Kansas. O seu pai trabalha em uma ferroviária e manda a menina para ficar aos cuidados de um antigo amigo durante o verão. Abilene não gosta da ideia, preferia ficar com o pai e só conhece a cidade de Manifest por meio de alguns recortes de jornais da cidade que tem guardado e de umas poucas histórias que seu pai lhe contou do período em que morou lá.

Apesar da relutância a garota não vê outra alternativa a não ser ir para o lugar designado, afinal ela não iria demorar muito tempo, pois o pai assim que terminasse o trabalho voltaria para buscá-la, ou ao menos é isso no que ela escolheu acreditar.

Abilene é reservada, apesar de ser muito nova, cresceu com o pai sempre em mudanças, nunca ficavam por muito tempo no mesmo lugar e isso fez com que ela não tivesse muitos amigos, preferindo evitar criar laços que sabia não durariam muito.



Quando chega a Manifest Abilene é recebida pelo amigo de seu pai e na casa dele, a mesma onde o seu pai ficou anos antes, ela acaba encontrando uma caixa com alguns objetos que logo chamam sua atenção, dentre outras coisas ali se encontram cartas que foram escritas muitos anos antes e uma delas narra sobre um tal de "Cascável" que seria uma espécie de espião infiltrado da guerra. A partir de então ela sai em uma investigação sobre quem seria tal homem e com ela estão duas garotas do colégio que acabam por se tornar suas amigas e companheiras de aventura.

Conforme Abilene vai investigando sobre as cartas, ela vai se envolvendo cada vez mais com o passado e percebe que as pessoas daquela cidade guardam diversos segredos, em sua grande parte dolorosos demais. Ela passa a se conectar com todos ali e vai descobrindo coisas sobre o pai que não fazia a menor ideia e que fazem com que ela o compreenda melhor. É uma jornada de descobertas, tanto em relação a ela própria quanto em relação ao seu pai, que ela sempre achou que não compreendia inteiramente e qual a sua relação com aquela cidade.



É interessante a forma como autora escolheu para montar a narrativa: ela intercala o presente de Abilene com narrativas do passado, contadas sobre as perspectivas das pessoas da cidade ou por meio de artigos de jornal ou ainda das cartas encontradas por Abilene. E no final tudo se encaixa e Abilene percebe que aquela cidade tem um significado muito importante e acaba por se afeiçoar aquelas pessoas que a acolheram e dividiram com ela um pouco de suas histórias e seu sofrimento.

"Minha Vida Fora dos Trilhos" traz grandes ensinamentos sobre a amizade, a lealdade, sobre o amor puro e também sobre autodescoberta, como na maioria das vezes temos um conceito equivocado sobre as pessoas quando não sabemos a sua história e os sofrimentos que elas enfrentaram.

Talvez o mundo não fosse feito de universais que podiam ser arrumados em pacotinhos perfeitos. Talvez só tivesse pessoas. Pessoas que estavam cansadas, magoadas e sozinhas, da sua própria maneira e no seu próprio tempo.

Durante a leitura acabamos por relembrar também sobre nossa infância, é algo inevitável, das nossas aventuras, das histórias que inventávamos para tentar diminuir o tédio que às vezes sentíamos. Toda a narrativa nos remete a essa sensação de nostalgia.



É uma história tocante e sensível, mas Clare faz com que seja uma leitura leve e agradável. O final foi surpreendente e muito emocionante, foi bom acompanhar a evolução da Abilene e suas aventuras, é uma leitura super recomendada.
Minha Vida Fora dos Trilhos (Moon Over Manifest)
Autora: Clare Vanderpool
Editora: Darkside Books
Ano: 2017
Skoob: 4.4 Estrelas / Goodreads: 4.2 Estrelas
Compre Aqui ♥
04 Estrelas
A protagonista de MINHA VIDA FORA DOS TRILHOS, Abilene Tucker, tem apenas 12 anos, mas é corajosa e impetuosa o suficiente para encontrar aventuras na pequena cidade de Manifest, Kansas, um fim de mundo para onde seu pai a enviou de trem a fim de passar o verão sob a tutela de um velho conhecido enquanto ele trabalha em uma ferrovia.
O que parecia ser o período mais solitário e entediante de sua vida ganha um novo e surpreendente rumo quando Abilene encontra uma velha caixa de charutos com cartas antigas e pequenas lembranças de outros tempos. Aos olhos curiosos da menina, a caixa se torna uma verdadeira arca do tesouro, onde segredos enterrados conectam dois momentos da cidade. A partir de então, o livro se divide em duas narrativas cronológicas: passado e presente se misturam, daquela maneira mágica que só um bom livro consegue contar.
Os acontecimentos vão da época da Primeira Guerra Mundial à Grande Depressão norte- americana dos anos 1930, com soberba fidelidade histórica que ajudam a construir esta narrativa de perda e redenção.
Autora: Clare Vanderpool cresceu lendo livros em lugares incomuns: vestiários, banheiro, andando pela calçada (às vezes, dando com a cara em postes), igreja, aula de matemática. Ela desconfia que alguns professores sabiam que ela escondia um livro atrás do livro da escola, mas os bons nunca falaram nada. Clare foi a primeira autora estreante a receber o cobiçado prêmio John Newbery Medal de mais distinta contribuição para a literatura infantil norte-americana, da American Library Association, por Minha Vida Fora dos Trilhos.

Comente com o Facebook